quarta-feira, 21 de junho de 2017

Livros que contam sobre as vidas dos refugiados

Talita Ribeiro é jornalista, trabalha há mais de dez anos no setor de turismo no Brasil, já foi repórter da principal revista da área, a Viagem e Turismo da editora Abril, e atua como consultora de comunicação e produtora de conteúdo em startups e em grandes empresas de viagem. Talita é a criadora do conceito “Turismo de Empatia” e escreveu seu primeiro livro, “Refugiados no Oriente Médio”, após viajar durante um mês pela Jordânia, Iraque e Turquia em 2015, 

Neste livro, a jornalista Talita Ribeiro conta histórias que viveu e ouviu durante as semanas que passou entre refugiados de guerra na Jordânia e no Curdistão Iraquiano. Em paralelo, a autora dá dicas turísticas dos locais que visitou e apresenta um passo a passo de como embarcar em uma viagem em que o foco são as pessoas, e não os lugares. "Refugiados no Oriente Médio" é o primeiro livro da coleção "Turismo de Empatia", que nasce de questionamentos e curiosidades tão fortes que nos fazem sair da zona de conforto e entrar em um lugar desconhecido e sagrado: o coração do outro.





Malala Yousafzai é uma inspiração para todos. A garota paquistanesa foi baleada pelo Talibã simplesmente porque queria ir para a escola. Desde então, chamou a atenção do mundo com sua coragem, tornando-se uma ativista na luta pelos direitos das meninas em todo o mundo. No ano de 2013, Malala se tornou a pessoa mais jovem a ser indicada ao Prêmio Nobel da Paz. No livro Todo dia é Dia de Malala, meninas de todo o mundo expressam sua solidariedade e admiração pela jovem paquistanesa. Muitas delas conhecem de perto as barreiras que se colocam entre as meninas e a escola, como a pobreza, a discriminação e a violência, e reconhecem em Malala não só uma líder, mas uma amiga. O livro é ilustrado com belas fotografias da Plan International.

Nenhum comentário:

Postar um comentário