quinta-feira, 9 de março de 2017

A Garota no Trem

Um thriller psicológico que vai mudar para sempre a maneira como você observa a vida das pessoas ao seu redor.
Todas as manhãs Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas d'água, pontes e aconchegantes casas. Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes - a quem chama de Jess e Janson -, Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess - na verdade Megan - está desaparecida. Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos.
Uma narrativa extremamente inteligente e repleta de reviravoltas, A garota no trem é um thriller digno de Hitchcock a ser compulsivamente devorado.
- "Se você gostou de Garota exemplar, vai devorar este thriller psicológico." - People
- Primeiro lugar na lista dos mais vendidos no Reino Unido.
- O livro tem vendido uma média de 15 mil exemplares por semana na Inglaterra desde o lançamento em 13 de janeiro de 2015;
- Primeiro lugar na lista dos mais vendidos do New York Times e do Wall Street Journal;
- Mais de 2 milhões de exemplares vendidos nos Estados Unidos e Reino Unido;
- Os direitos de tradução já foram vendidos para 37 países;
- Uma adaptação cinematográfica está em andamento tendo a Dreamworks como produtora.
- "Eu simplesmente não conseguia largar o livro." - Tess Gerritsen, autora da série Rizzoli & Isles e best-seller do New York Times
- "Envolvente, arrebatador - um thriller de primeira linha." - S.J. Watson, autor do best-seller Antes de dormir

Nenhum comentário:

Postar um comentário