quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Russia, Alemanha e Inglaterra - século XIX

Estou lendo (degustando, na verdade) a obra Os Três Imperadores. São tantas as informações que adoraria aulas ministrados por verdadeiros professores (daqueles que amam o que fazem) de História. 
Teatro, filmes e outros livros para assimilar melhor a vidas dos primos Nicolau, Guilherme e Jorge.
Assim, vou enumerar outras obras em potencial para estudar:


                                                                  Um retrato oficial da família Romanov em 1913.

Livro - O Olho Do Tsar Vermelho
Preso durante a Revolução Russa, o inspetor Pekkala está em seu nono ano de trabalhos forçados em um Gulag na Sibéria. Outrora o detetive mais importante do império, pessoalmente nomeado pelo tsar, agora, para todos os efeitos, ele parece morto para o mundo. Mas uma chance de redenção surge quando é convocado por Stalin para investigar um crime: ele deve encontrar o verdadeiro responsável pelas mortes da família Romanov - e, principalmente, o tesouro do último imperador russo. A recompensa pelo sucesso é a liberdade - e o preço do fracasso, a morte. 

Livro - A filha da tsarina 
Um romance emocionante sobre a luta de uma família para fugir da morte iminente

Após setenta anos escondendo sua verdadeira identidade, chegou o momento de Daria Gradov contar ao mundo um grande segredo. Ela é na verdade a grã-duquesa Tatiana, sobrevivente do massacre que matou sua família. Filha do tsar Nicolau II e da Tsarina Alexandra, ela é a única herdeira da dinastia Romanov. Em uma narrativa permeada por eventos históricos, A filha da tsarina contrapõe o esplendor da vida imperial e a pobreza devastadora dos camponeses, em uma Rússia de grandes transformações. Testemunha da história, Tatiana relata os acontecimentos que remontam a luta de uma família para fugir da morte iminente.

Livro - Literatura e revolução
Leon Trotski escreveu 'Literatura e revolução' nos verões de 1922 e 1923, depois de um período de guerra civil intensa e permanente na Rússia para sedimentar o poder dos socialistas. Nessa obra, embora concentrado na produção literária de seu país, Trotski estende seu olhar crítico sobre as manifestações artísticas dominantes na Europa de seu tempo. 

Livro - Dez Dias que Abalaram o Mundo: História de uma Revolução

Este clássico da literatura política - ricamente ilustrado, com textos comentados e imagens legendadas para facilitar a compreensão dos fatos - é, certamente, uma boa leitura para aqueles que desejam compreender melhor a Revolução Russa.

O livro é uma das poucas obras existentes que 'traça um quadro exato e extraordinariamente vivo', segundo o próprio Lênin, de acontecimentos sucedidos em dias tão distantes, mas que até hoje são capazes de abalar o mundo.

Considerado não só o melhor relato sobre a Revolução Russa, mas também o melhor relato que já foi escrito sobre qualquer revolução. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário