quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Amo o que faço?!


Artigo muito interessante.


8 Sinais não tão óbvios de que você realmente ama o que faz
Quando você encontra um trabalho pelo qual se apaixona, existem muitos sinais de que você realmente o ama. Mas encontrar um trabalho que amamos muitas vezes não é fácil. E quando o escolhido começa e nos desafiar, ou quando obstáculos são criados (toda profissão terá) não é fácil saber se realmente estamos fazendo o que gostaríamos.
Encontrar um trabalho pelo qual você é apaixonado é basicamente como se apaixonar por alguém. Você se torna louco por ele, animado e pode sentir que está mudando para melhor. Mas o que acontece quando se torna apenas uma rotina? O novo agora é familiar, e a paixão não está mais brilhando como costumava. Em relacionamentos de longa duração (com uma pessoa ou carreira), em algumas situações, se torna difícil dizer se você quer se manter vinculado a ele em longo prazo. Aqui estão alguns sinais 

Tradução: Júlia Linck Moroni, Medicina Veterinária
1.      Nunca há tempo suficiente para realizar tudo que pretende
Há sempre um fluxo de trabalho chegando, mas você não deixa que isso o paralise.  Há tantas coisas a serem feitas justamente porque você consegue deixar tudo em dia. Você faz o trabalho fluir.  Hemingway sempre parou de escrever quando tinha mais para falar. Era melhor do que escrever até “a chuva secar”, o que significa retomar no próximo dia sem nada pronto para escrever. Esse é você no seu trabalho. Há sempre uma lista do que fazer no dia seguinte.
2.      Você frequentemente foca nos resultados
Sempre haverá tarefas mundanas que precisam ser finalizadas- mesmo quando não queremos ser aquele encarregado por isso. Além disso, é fácil se perder quando não buscamos a conclusão de um trabalho. E mais fácil ainda é estagnar ao perceber o quanto um pequeno projeto pode ser difícil e demorado. Mas quando você ama o que faz você sempre encontra uma maneira de ver o lado bom de cada situação e se lembra de quais são seus objetivos.
3.      Sua frustração nasce de algo que para você não é bom o suficiente
Quando nos importamos com um trabalho que fazemos e algo não atingiu as expectativas, pode ser muito desapontador. Essa frustração surge por querer algo melhor do que temos no presente momento. Aqui está a jogada, você frequentemente tira mais tempo e esforço para alcançar seus objetivos e expectativas, isso porque você está fazendo um trabalho que realmente importa para você. Mesmo que você sinta frustrações, trabalhar buscando o resultado final que você almeja lhe dará uma sensação ainda maior de recompensa quando você chegar lá.
4.      Você fala sobre o seu trabalho durante o café da manhã e jantar
Você não consegue parar de falar sobre os projetos nos quais você está engajado, mesmo que eles possam algumas vezes o frustrar.  Entretanto, queixar-se sobre o seu trabalho não se enquadra nesta categoria. Sempre haverá dias ou mesmo semanas que tudo parecerá estar indo contra você, mas continue falando de seu trabalho em todas estas fases. O trabalho não termina quando você sai pela porta e o dia termina.
5.      Você sente que o dia apenas começou quando de repente é o horário do almoço
Isso já lhe aconteceu? Você realizou algumas tarefas, respondeu alguns emails rápidos, resolveu algumas pendências do dia anterior, e está pronto para seguir trabalhando quando olha no relógio e vê que já é 11:47 da manhã? Como passou tão rápido? Se for fácil para você entrar manter um fluxo de trabalho, significa que você está trabalhando em algo que é perfeito para você.
6.      Você se inspira constantemente com as pessoas a sua volta
As realizações de seus colegas o surpreendem. Você admira tenacidade com que exercem suas funções o e você quer ajudá-los de qualquer maneira. E desta forma, você admira o trabalho que estão exercendo em conjunto. Normalmente, quando estamos nos sentindo bem, podemos ver o bem nos outros. Então, admirar o trabalho dos demais, se origina principalmente, em admirar o seu próprio trabalho também.
7.      Você não se importa ao pensar em trabalho fora do escritório
Você não se culpa por estar pensando no trabalho quando não está lá. Você gosta do que faz, então você também gosta de pensar sobre isso fora do horário de expediente. A partir dessa atitude, encontra a resolução de problemas, debate ideias, e pensa em termos de como algo em sua vida se relaciona com algo referente ao seu trabalho. Como Newton e a maçã, por vezes, suas maiores ideias podem aparecer quando você está longe do escritório.
8.      Você não teme domingo a noite
Para as pessoas que não gostam de seus empregos, cada dia da semana tem certa qualidade. Quarta-feira é meio caminho andado e sexta-feira é o dia mais doce da semana. Muitos sábados são ocupados por uma ressaca, e domingo, bem, mesmo que seja um dia de folga, ele pode parecer um dos mais terríveis, porque mais uma semana de trabalho está chegando. Mas quando você gosta do trabalho, o domingo é um ótimo dia! Assim como a maioria dos outros dias. É sempre tão bom ter tempo para cuidar de nossas casas, passar tempo de qualidade com a família e amigos, ou apenas sair e explorar. Mas quando o domingo finalmente chegou, é quase emocionante poder voltar ao trabalho depois de um fim de semana refrescante.
Adaptado de 8 Not-so-obvious signs you’re actually doing work you love, Renee Masur, Lifehack

Nenhum comentário:

Postar um comentário