sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Um outro ponto de vista

Trecho da obra Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil, de Leandro Narloch:

(...) "Ninguém, no entanto, culpa os índios por um hábito tão trágico quanto o álcool: fumar tabaco. Até os navegadores descobrirem a América, não havia cigarros na Europa nem o costume de tragar fumaça. (...)
É provável que a primeira plantação de tabaco para exportação do mundo tenha sido uma roça paulista de 1548. (...) Séculos depois, com a industrialização do cigarro, o hábito de fumar tabaco resultaria numa catástrofe com milhões de mortes. A Organização Mundial de Saúde estima que o fumo vai matar 1 bilhão de pessoas no século 21. Culpa dos índios? Claro que não. Os índios e seus descendentes não têm nenhuma responsabilidade sobre um hábito que copiamos deles. Na verdade, temos é que agradecer a eles por terem nos iniciado nesse costume maravilhoso, que é fumar tabaco e outras ervas deliciosas. Da mesma forma, quem hoje se considera índio poderia deixar de culpar os outros por seus problemas."

Nenhum comentário:

Postar um comentário