sábado, 19 de agosto de 2017

O amor nos tempos de ouro




Cécile Lavigne é uma franco-portuguesa que veio ao Brasil consolidar um casamento arranjado com um aristocrata de Minas Gerais, dono de terras e de escravos, bem mais velho do que ela, e por quem ela sente profundo desprezo. Enquanto lida com o turbilhão de sentimentos que a desequilibra, Cécile viverá diversas provações nessa nova terra que será sua casa, e talvez se entregue a um grande amor.




Marina Carvalho nasceu em Ponte Nova, Minas Gerais, conhecida como a terra da goiabada. Adora queijo, rock progressivo, pudim de leite condensado, café com pouco açúcar e filmes com finais felizes. Formou-se em Jornalismo na PUC-Minas e exerceu o cargo de assessora de comunicação de uma empresa por sete anos. Hoje é professora de língua portuguesa e literatura na Escola Nossa Senhora Auxiliadora. Marina ama ler, seja um bom livro policial, um chick-lit despretensioso ou o jornal do dia. Quando era criança, todos os meses esperava ansiosamente pelas revistinhas da Turma da Mônica. A mãe incentivou desde bem cedo o seu gosto pela leitura.

Barbies, Bambolês e Bolas de Bilhar

A Química está em toda parte: no veneno e no antídoto, na farmácia e na natureza, em produtos de higiene pessoal e na cozinha. E fique alerta: também há ciência alguma. É isso que nos mostra Joe Schwarcz - autor do best-seller Uma maçã por dia. Sempre há algo para você pesquisar em 'Barbies, bambolês e bolas de bilhar': aventuras amorosas, KGB, CIA, jeans, xampus, assassinatos, zumbis, bruxas, mágicos e muito mais. Aqui são discutidos a eficácia de certos produtos, o surgimento de substâncias que mudaram nossas vidas, alguns erros químicos e a moda de consumir vitaminas e certos alimentos. Tudo isso de forma compreensível até para quem não entende do assunto.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

A História de Malikah. O Amor nos Tempos do Ouro - Volume 2

Malikah foi escravizada e trazida da África ao Brasil ainda criança. Aqui, ela sofreu as mais diversas formas de violência, especialmente depois de ter engravidado de Henrique, o filho de seu patrão. Apesar da gravidez ser fruto de uma relação de amor, ela foi castigada e teve que fugir até encontrar abrigo em uma fazenda onde os negros já podiam viver em liberdade. Nessa nova terra, Malikah pode morar em paz com seu filho mas, apesar de sua relutância, Henrique continua por perto, arrependido por não tê-la protegido e tentando se aproximar da criança. Mesmo ainda sentindo algo por ele, como ela conseguirá perdoar alguém que representa tantos anos de injustiça e sofrimento?

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

O Arquiteto de Paris

Na Paris de 1942, o talentoso arquiteto Lucien Bernard aceita uma encomenda que lhe renderá uma boa quantia de dinheiro, mas que talvez o leve à morte. Se for esperto o bastante, porém, poderá se safar de qualquer problema. Tudo o que precisa fazer é projetar um esconderijo secreto para um rico judeu, um que nem o mais determinado dos oficiais alemães será capaz de encontrar. Lucien precisa do dinheiro, e enganar os nazistas que ocupam sua amada cidade é um desafio ao qual ele não consegue resistir. Mas, quando um dos esconderijos projetados falha horrivelmente e a situação dos judeus na França se torna um assunto terrivelmente pessoal, não é mais possível ignorar o que verdadeiramente está em jogo.

terça-feira, 15 de agosto de 2017

A Filme da Minha Vida

Selton Mello, ao lado do emblemático diretor de fotografia Walter Carvalho, construiu visualmente a sensação sulista, com quê melancólico e texturas apaixonantes. Walter, por sua vez, enquadrou planos abertos estonteantes, que mais pareciam obras de arte do que um lugar real. A cor do filme também merece crédito, por seguir a sensação de ferrugem do maquinário presente no filme.

Não conte a ninguém






Há oito anos, enquanto comemoravam o aniversário de seu primeiro beijo, o Dr. David Beck e sua esposa, Elizabeth, sofreram um terrível ataque. Ele foi golpeado e caiu no lago, inconsciente. Ela foi raptada e brutalmente assassinada por um serial killer. O caso volta à tona quando a polícia encontra dois corpos enterrados perto do local do crime, junto com o taco de beisebol usado para nocautear David. Ao mesmo tempo, o médico recebe um misterioso e-mail, que, aparentemente, só pode ter siso enviado por sua esposa. Esses novos fatos fazem ressurgir inúmeras perguntas sem resposta: Como David conseguiu sair do lago? Elizabeth está viva? E, se estiver, de quem era o corpo enterrado oito anos antes? Por que ela demorou tanto para entrar em contato com o marido?


domingo, 13 de agosto de 2017

Um pai de cinema



A bela e breve história do jovem professor de um povoado, Jacques. Seu pai, um forasteiro francês, 
abandonou a ele e sua mãe há vários anos. Um dia, ao visitar a cidade vizinha para ir à primeira vez 
a um bordel, Jacques tem uma grande surpresa, e a explicação de tudo pode estar muito perto dele.

Quando Selton Mello recebeu um exemplar de “Um pai de cinema” junto com um recado 
do autor da obra, Antonio Skármeta, recomendando que ele adaptasse a obra para a tela 
grande no Brasil, o diretor achou que fosse um trote. “Por que diabos o grande autor de
 O carteiro o poeta entregaria um livro para eu filmar? Muita responsabilidade! 
Quando eu li compreendi tudo. Os sonhadores se reconhecem de longe. As páginas
 iam passando e a certeza aumentando de que eu tinha que filmar essa pequena história 
passional. Me identifiquei com este protagonista. E quis contar sua história como se 
fosse a minha”, escreveu Selton para a nova edição do livro, que a editora Record 
lança em 3 de agosto, mesma data em que o filme estreia nos cinemas do país.

SOBRE O AUTOR:
Antonio Skármeta nasceu em Antofagasta (Chile) e se formou em filosofia e literatura, 
na Universidade do Chile e na de Columbia, em Nova York. Seus romances e contos 
foram traduzidos para 35 idiomas. “O carteiro e o poeta” foi sucesso mundial e o filme 
baseado nele obteve cinco indicações ao Oscar.
Foi embaixador do Chile na Alemanha de 2000 a 2003 e hoje vive em seu país, 
dedicando-se apenas à literatura.